Neste artigo vamos falar de algo que aconteceu a pouco e me chamou bem a atenção.
            Foi um debate, pra não dizer um "quebra pau" entre a mãe de um garoto e um parente distante, em que o garoto digitava os dizeres dessa mãe, muito preocupada com a segurança dos filhos. A razão era um slideshow  onde as crianças apareciam durante 1 segundo em meio a 4.3 BILHÕES de vídeos do Youtube. Pra quem conhece, até se fosse filho do Michael Jackson era dificil saber.
 
4.300.000.000 (+ 25.000 entrando todo dia no youtube).
 
            É um fato natural que acredito seja mais intenso do que parece Brasil afora. A suspeita se baseia nas estatísticas de que apesar de ter melhorado, somos um Brasil "interneticamente" analfabetos.
            A população do Brasil hoje é em torno de 189 milhões de habitantes, desses somente 18% tem computador, e somente 13% tem acesso a internet, um índice considerado preocupante conforme site da Presidência de República – ABIN (Agência Brasileira de Inteligência).
 
            A reação do ser humano é sempre previsível quando o assunto é o desconhecido, imagine um índio extremamente isolado de frente ao um homem da cidade acendendo um isqueiro, provavelmente este índio achará que é bruxaria, coisa do demônio…
 
            Mas voltando a relação das famílias brasileiras com a internet, assistindo na tv os casos de pedofilia pela internet, namorados assassinos, roubo de senhas, minha nossa, a internet é um antro de perdição, afastem meus filhos da internet, o fim dos tempos está anunciado….Pais desesperados que não tocam no mouse para não pegar virus …
 
            Vamos lá, gente, tudo isso já existia a muuuiiiiiitooooo antes da internet. Olha o caso Eloá, o cara era vizinho, não teve internet, se quiser pode sair buscando tragédias, mais de 99% nada tem a ver com internet (alguerm tem esse dado mais preciso???). A internet atualmente é dos locais mais seguros onde o infrator é logo rastreado através da rede.
 
             Agora, se voce deve a justiça, é integrante de alguma quadrilha seguida pela Federal, aí um videozinho no youtube pode preocupar.
             Se estiver tentado a cometer um delito pense mais de duas vezes, tem mais gente vendo do que voce imagina.
 
             Trocando em miúdos, o mundo é o mesmo desde os primórdios, apenas chegaram o rádio, o cinema, a TV, a internet, a internet 2.0, os celulares 3G que mandam imagens ao vivo de onde estiver.
 
             Para nós que sabemos o que é a rede, não devemos nada a ninguem, resta curtir, fazer bons amigos, bons contatos profissionais, bons cursos, estudar, aprender e até mesmo rir com os powerpoints que chegam diariamente. Tudo obedecendo a mesma regra de sempre, desde antes da internet, não confiar em estranhos, não dar informações confidenciais, fazer amigos paulatinamente, não acreditar em tudo que chega por email. Pra isso um site bom é o quatrocantos.
 
             Exposição?, exposição é coisa pra autoridades, personalidades, gente de fato famosa, não uma pessoa de cidade pacata desconhecida até dos parentes. Somos 189 milhões distribuídos em tudo qto é estado, cidade, bairro, rua….Aí voce bota um videozinho da familia no meio de 4.3 bilhões e já quer tal fama que todos já querem saber da sua vida?, nem Big Brother. Isso é o mesmo que um grão de areia no deserto, na verdade nunca vão te achar.
 
             Risco?, até dormindo podemos ser supreendidos com um avião caindo em cima de casa, tomando um copo de leite, atravessando a rua, numa enchente surpresa…
 
             Deixe seu comentário (trackbacks).
 
Italo Valerio